quarta-feira, 23 de novembro de 2011

ROMA - O SEGUNDO TRIUNVIRATO

    Com a morte de César, a disputa pelo poder ficou polarizada entre dois de seus herdeiros políticos: Marco Antônio, general de grande popularidade, e o jovem Otávio, sobrinho e filho adotivo de César. Após vários conflitos, os dois se reconciliaram e se uniram a Lépido, banqueiro romano, para forma o Segundo Triunvirato, que governou durante cinco anos.
   Os três dividiram os domínios romanos entre si e trataram de eliminar todos os que haviam conspirado contra César. Pouco depois, Lépido foi afastado por Otávio.
   Em 31 a.C., Otávio voltou-se contra Marco Antônio, vencendo-o na batalha naval de Àcio, na Grécia. Em seguida conquistou o Egito e retornou a Roma, onde recebeu sucessivamente do Senado os títulos de primeiro cidadão (Princeps), divino(Augustus) e supremo(Imperator). Senhor absoluto do poder, Otávio - ou Augusto, como passou a ser chamado - tornou-se o primeiro imperador de Roma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário