terça-feira, 22 de novembro de 2011

ROMA - A ASCENSÃO DOS MILITARES

   Com as vitórias do exército romano, os chefes militares consquitaram prestígio e começaram a ganhar popularidade.
     O  primeiro a conseguir destaque foi Mário, que obteve projeção com a vitória sobre a Numídia, norte da Àfrica, em 106 a.C. Eleito cônsul no ano seguinte, instituiu o pagamento de soldo aos soldados, permitindo o ingresso de pessoas pobres no exército (antes, os soldados não recebiam pagamento regular). Além disso, concedeu aos soldados o direito de participar dos espólios de guerra e de receber terras após prestarem 25 anos de serviço militares.
    Membro da classe equestre e líder do partido popular, Mário foi reeleito cônsul várias vezes. Suas medidas descontentaram os conservadores, liderados por Sila, outro chefe militar. Durante vários anos, os dois travaram diversos conflitos, alternando-se no poder. Em 82 a.C., após a morte de Mário, Sila, apoiado pelo Senado, impôs uma ditadura militar. Ele permaneceu no poder até 78 a.C.

2 comentários: