segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

ASTECAS - SOCIEDADE

   Entre os astecas, a autoridade máxima era exercida por um soberano. Também poderoso devido ás guerras constantes, os militares ocupavam posição de destaque na hierarquia social
    Os escravos ocupavam o plano mais baixo da escala social. Eram geralmente prisioneiros de guerra, criminosos condenados pela justiça ou pessoa que não conseguiam pagar suas dividas.
    Acima dos escravos estavam o maceualli, que era o membro do clã, ou calpulli.. A ele cabia prestar o serviço militar e pagar imposto, assim como trabalhar em obras coletivas, como a construção e a conservação de estradas e canais.
   Em plano superior aos maceualli encontrava-se os artesãos e os comerciantes. A sociedade asteca tinha grande respeito pelo trabalho do artífice.
  A atividade do comerciante, assim como a do artesão, era hereditária e exclusiva das corporações.
  No topo da organização social ficavam os sacerdotes e os dignatários civis e militares. Eles formavam a aristrocracia.
   O soberano era eleito, sempre numa mesma família, por um conselho de cem membros controlados por militares e sacerdotes. Atribuía-se a ele origem divina e esperava-se que prestasse homenagem aos deuses e protegesse a população. O soberano era auxiliado por uma espécie de chefe de governo e por uma hierarquia de funcionários.

Um comentário:

  1. muito útil gostei e me ajudou no meu trabalho

    ResponderExcluir