sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

AMÉRICA ESPANHOLA - MERCANTILISMO E PACTO COLONIAL

   Para garantir total controle sobre a riqueza produzida na América, o governo espanhol decidiu regulamentar as atividades econômicas e estabelecer as regras do sistema colonial.
    O principal objetivo da colonização era estabelecer uma balança comercial favorável ao país europeu. Em geral, produziam-se na colônia bens que podiam ser comercializados com grandes margem de lucro pelos reinos europeus ( também chamados de metrópole).
   Desse  modo, a economia das colônias deveria funcionar de forma complementar á da metrópole. Esse princípio era central no mercantilismo: vigorava não apenas na relação entre a Espanha e suas colônias, mas também em todos os outros sistemas coloniais.
As colônias deviam ainda consumir as mercadorias produzidas na metrópole, em geral produtos manufaturados. Ao mesmo tempo, o comercio das colônias só podia ser feito por intermédio de comerciantes autorizados pela metrópole. Essa orientação de política econômica ficou conhecida como pacto colonial.
   Os pricinpais produtos levados da América para a metrópole espanhola eram metais preciosos ( ouro e principalmente a prata), além de corantes, pérola, peles e fumo. Da Espanha, os navios traziam para as colônias grãos, vinho, azeite e produtos manufaturados, estes em geral importados de outras regiões da Europa.

2 comentários: