quinta-feira, 31 de maio de 2012

EUA - DOUTRINA DE SEGURANÇA NACIONAL

   Como os EUA envolvidos na Guerra do Vietnã, surgiu uma estratégia complementar para combater o avanço do comunismo: a Doutrina de Segurança Nacional.
   De acordo com as diretrizes da doutrina, caberia aos militares latino-americanos a tarefa de combater os comunistas, os partidos de esquerda e as lideranças sindicais. Ao mesmo tempo, os militares deveriam buscar o desenvolvimento econômico de seus países. Essa política resultou em vários golpes de Estado e na implatação de regimes militares em diversos países latino-americanos. O primeiro deles ocorreu no Brasil em 1964. A seguir, seria a vez da Bolívia (1964), do Uruguai (1972), do Chile (1973) e da Aargentina (1976).

Nenhum comentário:

Postar um comentário